Presidente da Celesc participa de reunião em Botuverá sobre demanda de energia elétrica

Presidente da Celesc participa de reunião em Botuverá sobre demanda de energia elétrica

Presidente da Celesc participa de reunião em Botuverá sobre demanda de energia elétrica Presidente da Celesc participa de reunião em Botuverá sobre demanda de energia elétrica

Município tem 10 entre as 100 empresas da microrregião com maior consumo de energia e pleiteou a instalação de uma Subestação, dentre outras melhorias

 

O diretor-presidente da Celesc, Cleicio Poleto Martins, participou de uma reunião na Câmara de vereadores de Botuverá, na manhã da última sexta-feira, 27 de agosto, a fim de ouvir os pleitos do município relacionados à energia elétrica. O encontro foi articulado pelo Núcleo de Empresários de Botuverá, integrante da ACIBr, junto à Prefeitura de Botuverá e contou com a presença do deputado estadual Jerry Comper (MDB), de diversos integrantes do Núcleo, bem como de vereadores e diretores da Celesc.

A reunião aconteceu um mês após a ida de uma comitiva de Botuverá à sede da Celesc, em Florianópolis, momento em que o município reiterou suas demandas relacionadas à energia elétrica no que diz respeito a atender o setor industrial. Atualmente, os segmentos onde há maior consumo dividem-se entre indústrias têxteis, em sua maioria de fiação, e indústrias de mineração. Além disso, recentemente os empresários e o poder público receberam a informação de que Botuverá tem 10 das 100 empresas da microrregião de Blumenau, com maior consumo de energia elétrica. Este fato chamou a atenção até mesmo de Poleto, que atendeu ao convite do município e se reuniu com o poder público e os empresários na última sexta. A visita foi inédita na história do município, como frisou o prefeito Alcir Merízio. “Para nós é motivo de muito orgulho recebermos o presidente da Celesc em nosso município, momento em que colocamos algumas demandas que necessitamos. A primeira delas está relacionada às nossas empresas, que tiveram um crescimento muito grande nos últimos anos. Hoje, muitas delas têm as máquinas já instaladas e necessitam de um aumento de carga de energia para operarem, sem que isso interfira no abastecimento da região onde estão implantadas. Também expomos a questão da rede trifásica existente em algumas áreas da cidade, as constantes quedas de energia, onde nossos agricultores são quem sofrem muito, principalmente em época de secagem do fumo. Agora vamos nos reunir juntamente com o Núcleo de Empresários e com a ACIBr, para alavancar uma forma de fazermos os investimentos necessários e avançarmos nessas melhorias”, ressaltou o prefeito Alcir Merízio.

Na oportunidade, o chefe do Executivo levantou a possibilidade de implantação de uma Subestação da Celesc no município, a fim de atender todas as necessidades que tendem a aumentar com o passar do tempo. “Hoje, o consumo de energia elétrica de Botuverá, especialmente por conta do setor industrial, equivale a uma cidade de 300 mil habitantes. Por isso o pedido de se analisar a possibilidade de uma subestação da Celesc. Pontualmente, os pedidos de algumas empresas por aumento de carga, ou seja, revitalização da rede de energia, deve ser atendido, com uma contrapartida desses empreendimentos, mas é preciso pensar além disso”, enfatizou Merízio.

O diretor-presidente da Celesc manifestou sua vinda como um momento importante, cujo objetivo maior é entender de perto os problemas da cidade e encaminhá-los para soluções. “Trouxemos aqui um projeto para ampliação de uma das redes da cidade para atender quatro indústrias, onde haverá uma contrapartida das empresas em investimentos. Eles se mostraram satisfeitos, porém, é uma solução provisória. Em paralelo estamos estudando duas possibilidades: uma seria a construção de uma subestação, que leva um certo tempo para sair do papel, de dois a três anos; a outra solução seria uma ampliação em uma das nossas subestações em Brusque, trazer de lá para cá um alimentador, ou seja, a energia elétrica dedicada para essas indústrias. Porque a subestação não necessariamente precisa estar fisicamente dentro de uma cidade para que a energia chegue até lá. Existem essas duas possibilidades, que vamos estudar, para que futuramente a energia seja disponibilizada aos empresários sem a necessidade de novos reforços na rede”, afirmou Poleto.

Presente na reunião, o deputado estadual Jerry Comper agradeceu a receptividade da Celesc em ouvir os pleitos e buscar soluções para os problemas enfrentados por Botuverá, o que demonstra a preocupação do atual Governo do Estado.

O coordenador do Núcleo de Empresários de Botuverá, Junior Venzon, avaliou a reunião de forma positiva, sendo uma continuidade do encontro realizado em Florianópolis no final do mês de julho. “Ouvimos hoje todas as demandas que os empresários têm, as demandas do poder público e ficou claro que a Celesc têm interesse em ajudar a cidade e colocar projetos de melhorias em prática”.

Para o vice-coordenador do Núcleo, Edson Rubem Müller, é notável a necessidade que Botuverá tem hoje por energia elétrica de qualidade, diante do alto consumo em função de suas indústrias. “Para termos energia de qualidade, nosso parceiro é a Celesc. O presidente pôde ver pessoalmente as nossas necessidades, inclusive com visita à uma de nossas indústrias. Acredito que ele voltou a Florianópolis com outra imagem do nosso município. Sobre a possibilidade de uma subestação, aqui acredito que é um pleito a ser estudado. Hoje estamos em um momento de alerta geral para o município de Botuverá. Temos 11 fiações e duas mineradoras. Percebemos que os investimentos dos empresários estão acontecendo, todos adquirindo máquinas de última geração, superpotentes, que precisam de energia. Então, nesse primeiro momento, vamos analisar junto ao poder público e acompanhar mais de perto essa possibilidade de implantação de uma subestação da Celesc, assim teríamos uma energia de qualidade, estável. E acredito que deverá haver uma união para que isso realmente se concretize”, frisou.

Após a reunião, o diretor-presidente da Celesc visitou a mineradora Calcários Botuverá, acompanhado de uma comitiva de empresários e autoridades políticas.

 

Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

  • Compartilhar:

Posts relacionados

O que você procura em nosso site?

Whatsapp