Projeto “Brusque 2030” é apresentado para o Conselho das Entidades de Brusque

Projeto “Brusque 2030” é apresentado para o Conselho das Entidades de Brusque

Projeto “Brusque 2030” é apresentado para o Conselho das Entidades de Brusque Projeto “Brusque 2030” é apresentado para o Conselho das Entidades de Brusque

Iniciativa da prefeitura prevê planejamento da cidade em diversas áreas para os próximos anos

 

A Associação Empresarial de Brusque (ACIBr) recebeu na segunda-feira, 26 de julho, a visita do prefeito de Brusque, José Ari Vequi, do secretário de Fazenda e Gestão Estratégica, William Molina, e da secretária de Infraestrutura Estratégica, Andrea Patrícia Volkmann. Na oportunidade foi apresentado o projeto “Brusque 2030”, um plano de ações desenvolvido pela prefeitura com o objetivo de apresentar as principais demandas do município, a curto, médio e longo prazo, nos mais variados setores, em prol do desenvolvimento da cidade nos próximos anos.

O evento contou com a participação de representantes do Conselho das Entidades de Brusque, que de forma presencial e on-line acompanharam a apresentação do projeto.

 

Plano a longo prazo

O “Brusque 2030” contempla cinco eixos temáticos, em 12 áreas de interesse, com mais de 120 projetos e ações previstos, além de indicadores e metas, classificados como: Brusque mais Humana; Brusque Inovadora e do Empreendedorismo; Brusque Sustentável; Brusque Transparente e Eficiente; e Brusque da Mobilidade e da Segurança.

De acordo com o secretário de Fazenda e Gestão Estratégica, o projeto é um plano inicial, que deverá ser construído em conjunto com a comunidade. “É um projeto embrião, uma proposta que também iremos apresentar na Câmara de Vereadores. Ou seja, um conjunto de ideias e sugestões para transformar este planejamento em algo da cidade, e não somente da atual gestão. Temos várias áreas onde será necessário termos a contribuição de todas as entidades brusquenses, para a execução dessas ações. E sem dúvida, se tivermos esse plano aprovado e sabermos onde queremos chegar, será muito mais fácil fazermos de Brusque uma das 50 melhores cidades do país, com mais de 80 mil habitantes”, comentou.

Na oportunidade, o prefeito de Brusque também enalteceu a importância de ideias e sugestões das entidades para a construção conjunta do projeto, que segundo ele foi baseado em ações que têm condições de serem executadas. “É um projeto muito ‘pé no chão’, para que a população entenda o que a prefeitura precisa fazer para melhorar a qualidade de vida na nossa cidade. E o ‘Brusque 2030’ não contempla grandes investimentos em prédios públicos, mas sim, condições para que a população e a cidade possam se desenvolver. Foi uma ótima oportunidade, a classe empresarial pôde ver para onde a cidade pode crescer, bem como as possibilidades e condições de buscar os recursos necessários para executá-las”, pontuou Vequi.

Para a presidente da ACIBr, Rita Cassia Conti, o projeto apresentado pensa na cidade como um todo, em diversas áreas, e nada melhor do que organização e discussões em conjunto com a sociedade para saber de que forma a cidade poderá progredir. “É um projeto robusto e, com esta apresentação, as entidades de classe também se sentem parte da construção deste planejamento, pois também somos geradores de emprego, renda, e essa troca é muito importante para o desenvolvimento da cidade. Foi uma reunião muito importante e mostra o comprometimento da administração municipal com a população”, considerou.

 

Conselho das entidades

Integram o conselho das entidades: Associação Empresarial de Brusque (ACIBr); Câmara de Dirigentes Lojistas de Brusque (CDL); Observatório Social de Brusque (OSBr); Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Subseção Brusque; Sindicato do Comércio Varejista e Atacadista de Brusque, Botuverá e Guabiruba (Sindilojas); Sindicato das Indústrias do Vestuário de Brusque, Botuverá, Guabiruba e Nova Trento (Sindivest); Centro Universitário de Brusque – Unifebe; Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e do Material Elétrico de Brusque (SIMMEBr); Sindicato da Construção e do Mobiliário de Brusque (Sinduscon); Centro Empresarial, Social e Cultural de Brusque (CESCB); Associação das Micro e Pequenas Empresas de Brusque e Região (AmpeBr); Clube de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Brusque (Ceab); Sindicato das Indústrias de Fiação, Tecelagem, Malharia e Tinturaria de Brusque, Botuverá e Guabiruba (Sifitec) e Associação Brusquense de Medicina (ABM).

 

Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

  • Compartilhar:

Posts relacionados

O que você procura em nosso site?

Whatsapp